NFe|PRIME A3 - 3 anos [Cartão+Leitora]

 
R$699,00
+

O Certificado Digital NFe|PRIME A3 3 anos em cartão, acompanha leitora e tem validade de 36 meses, sendo que o certificado fica armazenado dentro do cartão.

O NFe|PRIME A3 é um certificado digital ICP-Brasil com validade jurídica, ou seja, é a identidade digital do CNPJ de sua empresa para assinatura e transmissão de Notas Fiscais Eletrônicas, funciona como uma versão eletrônica do CNPJ, permitindo conceder ao responsável de sua empresa a atribuição necessária para a emissão de NF-e, garantindo identificação segura de sua empresa, autenticidade, confiabilidade, privacidade, integridade e inviolabilidade nas mensagens e transações eletrônicas realizadas junto ao Fisco.

A Nota Fiscal Eletrônica ou NF-e, é um documento eletrônico fiscal e que tem por fim o registro de uma transferência de propriedade sobre um bem ou uma atividade comercial prestada por uma empresa e uma pessoa física ou outra empresa. A NF-e é a versão eletrônica do documento Nota Fiscal.

O governo implementou um modelo nacional de documento fiscal eletrônico que substitui a sistemática de emissão do documento fiscal em papel, com validade jurídica, pela assinatura digital do remetente utilizando um certificado digital ICP-Brasil, simplificando as obrigações acessórias dos contribuintes e permitindo, ao mesmo tempo, o acompanhamento em tempo real das operações comerciais pelo Fisco, portanto, é o certificado, que garante à Nota Fiscal Eletrônica a certeza de integridade e autoria.

Para mais informações Clique aqui

- Documento de Constituição – Contrato Social, Estatuto Social, Requerimento de Empresário, devendo estar devidamente registrado em órgão competente.

- Alteração (ões) Contratual (ais), se houver – Caso a última alteração esteja consolidada não é necessário apresentar documento de constituição; caso não esteja consolidada é necessário apresentar documento de constituição e todas as alterações contratuais, em ambos os casos devidamente registrada em órgão competente.

- Ata de nomeação de diretoria vigente e devidamente registrada em órgão competente (Aplicável nos casos em que os Sócios e/ou Diretoria sejam eleitos em ato separado);

- Comprovante de Inscrição e Situação Cadastral CNPJ impresso no dia da validação.

- Procuração Publica, apenas nos casos previstos;

- Documentos de Pessoa Física do (s) representante (s), Veja relação aqui:

Importante

Caso o representante legal não conste no quadro de administradores ou não tenha poderes para representar e assinar isoladamente pela empresa, conforme diretrizes do Contrato, Estatuto é necessário a presença de outro sócio, diretor, procurador para representar a empresa em conjunto.

Os outros representantes legais da empresa poderão ser representados por procuração pública (somente se estiver expressamente autorizado no contrato social ou no estatuto). Veja orientações quanto aos requisitos de uma procuração pública.

Caso o “Responsável pelo Uso” não seja o representante legal ou não tenha poderes para representar a empresa, será necessário:

Opção 1: Comparecimento do Representante Legal para validação e apresentação de seus documentos juntamente com o Responsável pelo Uso.

Opção 2: Procuração pública específica para Certificado Digital, para que o “Responsável pelo Uso” assine isoladamente, representando a empresa perante o ICP-Brasil. A procuração só será aceita se estiver expressamente autorizada e assinada pelos representantes legais informados no contrato social ou no estatuto;

Clique e veja modelo de procuração

A procuração só será aceita se atender a todos os requisitos abaixo:

  • A possibilidade de delegação de poderes por procuração deve constar de forma expressa no contrato, estatuto ou alteração contratual da empresa;
  • Na procuração, deve constar expressamente que o “outorgante delega poderes específicos para o outorgado atuar perante ICP-Brasil”;
  • Há necessidade da presença do(s) outorgante(s) perante o tabelião: é o cartório que elabora e imprime a procuração;
  • As assinaturas são colhidas na presença do tabelião;
  • A procuração deve estar vigente no momento da validação presencial e deve ser pública, lavrada em cartório.